Sonda-me

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Amar  o Papa é uma questão de fé…

Amar o Papa é dom que Deus nos dá!

881990_434606703283907_1555802941_o

Para quem é, verdadeiramente Católico Apostólico Romano é impossível, não dá, não tem jeito de não render-se a esse sentimento, essa alegria que nos toma, esse amor que brota do mais íntimo de nós… o amor ao Papa… Nossos olhos se voltam, focam em uma chaminé, nem ao menos conseguimos desviar nossos olhos dela, esperando, sonhando com uma fumaça branca!  Esperando um sinal de que já foi escolhido aquele que antes mesmo de conhecermos já amamos, respeitamos, admiramos e prometemos obediência. Afinal, é ele o “vigário de Cristo na Terra”!

577343_425606214197739_249102314_n

Nós, Católicos Apostólicos Romanos viajamos. Muitos de nós cruzamos o oceano unicamente para conhecer um senhor de cabelos grisalhos, só por que ele é o sucessor de Pedro, esse senhor é A pedra sobre a qual está fundamentada a Igreja.

A cada anuncio, Annuntio vobis gaudium magnum (Anuncio-vos uma grande alegria) o coração se alegra, e a Igreja em sua imensa sabedoria já inclui no rito a Grande alegria que é escutar um “Habemus Papam” (Temos um Papa)…

E nesse exato momento Deus nos concede uma graça, Ele olha para a nossa humanidade e então nos toca, vem e aumenta o tamanho do nosso imagescoração, para nos dar a capacidade de amar ao novo Papa sem deixarmos de amar seus antecessores.

Sim, eu já vivi dois pontificados, João Paulo II e Bento XVI! E os amo, admiro com toda a minha alma e coração. Continuo lendo seus textos, suas catequeses e continuarei lendo. Mas isso não me faz amar menos, pelo contrário, me faz amar mais o novo sucessor de Pedro. Faz-me entender que o Papa Francisco é o papa que Deus escolheu para nós nesse tempo! É Francisco o Papa sonhado e escolhido por Deus! É o Papa que devo amar também.

Desde agora já sonho com suas catequeses, encíclicas, suas homilias… pois um homem que eleito o Sumo Pontífice diz: “(…) peço-vos que rezeis ao Senhor para que abençoe a mim; é a oração do povo, pedindo a bênção para o seu bispo” e  inclina-se humildemente como quem necessita e quer contar com a oração do seu povo.

Siiimmmmm, em julho ele estará aqui! No Rio de Janeiro para a JMJ Rio 2013! E nós,  juventude católica o acolheremos com muito amor… pois Deus nos dá a graça de receber o Papa e toda a Igreja, aqui na cidade maravilhosa no Rio de Janeiro!!!

3papas

Um projeto que o próprio Espírito Santo inspirou, para que possamos em nossas casas, ou no nosso trabalho fazermos o nosso momento de oração usando esse dom tão lindo que é a música.
Que nossos lábios proclamem e bendigam as maravilhas do Senhor, que nossos ouvidos se abram para a doce voz de nosso Deus e que nossos corações entoem um hino de louvor a Deus.
Amados irmãos em Cristo Nosso Senhor, que pelas mãos da Doce Maria Santíssima, nossa adorável Senhora,  o próprio Espírito Santo, seu esposo, possa abençoar e fazer frutificar esse projeto.
A Ti Consagramos Virgem Mãe nosso trabalho e tudo o que fazemos para que a Senhora, possa engrandecê-lo e apresentá-lo a Deus.

Beata Chiara Luce – Rogai por nós
Beato Pier Giorgio Frassati – Rogai por nós
Beato João Paulo II, O Grande – Rogai por nós
“Se Tu queres Jesus, eu também quero”
Amém!

Abraço,

Filipe

É, ficamos no débito, faltou nosso post de parabéns para o grupo!!!
Não é todo dia, nem todos os grupos que chegam aos seus 17 anos! Uma história linda, marcada pela presença e, principalmente, pela misericórdia de Deus em todos os momentos, pois, apesar de nossas fraquezas, Ele sempre veio em nosso socorro!
Não sei nem como explicar o que o Sonda-me significa para nós, só Deus sabe o tamanho do meu amor pelo grupo e por seus membros, e o quanto Deus usa do sonda-me para a minha salvação!!!
Entãããooooo… Parabéns a todos os que estão aqui hoje, que estiveram aqui um dia, todos nós que um dia fizemos parte disso tudo!
Eeeeee… Como todo aniversariante merece presente… O presente do nosso Grupo Jovem veio na semana seguinte! E não tinha como ser melhor! (Alguém discorda?)
O XXI EnjusC, um Maranatha, na Casa de Maria. E não existem palavras para expressem tamanha perfeição! Ficou claro que Deus surpreende e sempre arruma novos meios para nos tocar. Ele estava claramente passando por nós, passando e deixando sua marca.
Ficou claro que na Casa de Maria só vai quem ela escolhe, quem ela chama. Seu cuidado e sua presença eram tão reais , que foram quase físicas, éramos capazes de sentir seus carinhos de mãe.
Cada palestra, cada “colocação”, cada momento vivido, foram tão tocantes e palpáveis, era como se fosse nosso dia-a-dia . Na adoração Jesus tão próximo, em nosso meio, e diante Dele admitir que sentíamos saudades, mas que estávamos de volta. E ali, diante de Jesus na Eucaristia, juntos, entregamos nossos corações, pois nada possuíamos de mais valioso.
E a noite de sábado??? Impossível descrever! Como foi dito em uma das pregações, não adianta apenas falar sobre o Espírito Santo, é necessário deixar com que ele aja em nós. Foi exatamente o que aconteceu! Com o coração aberto e sedento, todos recebemos o Espírito Santo, e estando cheios Dele percebemos o quanto ele é essencial, ou melhor, o quanto o Espírito Santo é a nossa essência.
O domingo, não ficou por menos; tão maravilhoso quanto. Perceber o quanto nossa Igreja é maravilhosa, não nos falta nada, somos abençoados por sermos Católicos Apostólicos Romanos.
As amizades que ficaram… quando chegamos lá éramos 54 encontristas, e hoje podemos dizer que somos 54 amigos, sem contar com os que fizemos por lá… Já que Deus em sua infinita misericórdia nos presenteia a cada dia com novos tesouros e novos sustentos para a nossa caminha rumo ao céu!
Agora…. só nos resta buscar uma coisa, a PERSEVERANÇA, pois o mundo é forte e ele tenta a todo momento nos derrubar, mas juntos e com a Igreja somos mais fortes do que ele. Devemos saber ouvir o que Deus quer de nós e colocar em prática. Para isto, é necessário fazermos uso da Palavra, da Oração, da Confissão. Façamos de tudo para sermos Santos de Calça Jeans. Sempre buscando as coisas do alto (Verso l’alto!)
Beijinhos,

Melhor presente não há!! XXI EnjusC

Eu ainda olho para trás, sentindo a dor daqueles que me protegeram. Querendo fazer algo mais, para compensar aqueles que lutaram por mim. Pois de mim a morte foi afastada com o preço da vida daqueles que me amavam. Assim eles morreram com prazer, para que, eu, então, pudesse viver.

Aqueles que me amavam me protegeram. Agora é a minha vez. Protegerei a todos, com meu corpo e alma até pararem de responder. Eu não vou falhar, pois a morte não será uma desculpa. Eu estou na guerra. Vejo dor, morte e sofrimento. Então minha vida eu doo, assim como aqueles que me protegeram fizeram por mim. Será um ciclo de trocas de bravura e coragem. Onde habitam amor e compaixão. Mesmo em uma guerra. Será sempre fortificado e levado adiante com o exemplo daqueles que te salvaram, despojando-se de si mesmos, virando criaturas despojadas e desfiguradas, doando a própria vida. Suas vidas nunca serão doadas em vão. Você levará o ciclo adiante, se espelhando no exemplo daqueles que te salvaram.

Eu protegi a todos quais eu pude. Embrenhei-me no fim do mundo, e agora sinto um vazio. Vejo que a morte se aproxima. Como superar tudo isso e não perder a esperança? Estou no covil das trevas. O mestre da escuridão misturou uma poção. Sobre a chama eterna que queima intensamente. Eu provei a bebida, e dancei durante a noite toda. Agora não vejo mais esperança para mim.

Mas mesmo onde somente as trevas prevaleciam, vem agora o raiar do sol. Ouço o chamado de um trovão distante, o qual desnorteou a escuridão, fazendo pesar o terror sobre seus ombros. Assim como meus sentimentos interiores me condenavam. Livrei-me do poder do mestre da escuridão. Agora corro ao meu mestre, que traz a vida àqueles que se encontram no fim.

Fui resgatado no fim do túnel. Meu salvador fora totalmente desfigurado, somente para me resgatar. Durante caminho eu já havia partido, para a terra onde reina aquele que é o bem. Por pouco não estaria lá, por provar daquilo que não me convém.

De que valeu se sacrificar para salvar um cadáver? De tudo valeu a pena. No momento da morte lhe veio o arrependimento que novamente o levou a praticar o bem. E no fim de seu tempo estas palavras me foram sussurradas com amor: eu sabia que o senhor não iria me deixar.

Assim este ciclo tem continuidade. Com uma fórmula que supera a esperança. Aquela que somente foi aprendida no fim do túnel, e trouxe forças para regressar à luz.

Fé.

Luis Rafael